30 DE ABRIL - DIA DO FERROVIÁRIO

30/04/2003


A importância das atividades ferroviárias Foram, sem dúvida, as ferrovias e seus profissionais que consolidaram o comércio e a colonização ao redor do mundo. Após a construção de ferrovias, em meados do século XIX, o oeste norte-americano, a Argentina e o Brasil experimentaram uma fase de acelerado desenvolvimento. Ainda hoje, países com extensas malhas ferroviárias possuem níveis tecnológicos elevados, enquanto quase todos os países com uma pequena malha (o caso atual do Brasil) ou nenhuma possuem um nível tecnológico relativamente baixo. As ferrovias possibilitaram a localização de indústrias em pontos distantes das fontes de matérias prima, dando a seus produtos acesso a mercados distantes. Até então, os altos preços de transporte impediam que a maior parte dos alimentos fosse movimentada para além de 15 Km. O transporte de massa barato e as comodidades que se tornaram possíveis graças às ferrovias estimularam novos empreendimentos, transformando nações e comunidades agrárias estáticas em sociedades industrializadas dinâmicas. Foi assim no mundo todo. No sul do Estado, a Estrada de Ferro Dona Tereza Cristina, construída no final do século XIX, trouxe o progresso e o desenvolvimento para toda a região carbonífera catarinense. É neste caminho que se encontra a jovem Ferrovia Tereza Cristina, que opera em regime de concessão, sob administração privada, desde 1997. Embora ainda precise de investimentos que ampliem sua malha e possibilitem seu crescimento, a empresa se destaca pelas melhorias realizadas em locomotivas, vagões e vias permanentes, além de se consolidar como uma importante fonte de renda e desenvolvimento para a região. São cerca de 140 colaboradores diretos e 80 colaboradores indiretos que prestam serviços permanentes para o transporte de carvão das minas da região de Criciúma até o Complexo Termelétrico Jorge Lacerda. O desenvolvimento, as melhorias, os resultados alcançados devem-se aos esforços e envolvimento de toda a classe ferroviária. E por isso, no dia de hoje, homenageamos nossa classe, parabenizando-a e agradecendo-a pelos feitos, realizações e serviços prestados para o sul de Santa Catarina. Estendemos nossos cumprimentos a todos os ferroviários do Brasil e das demais nações. A Direção Ferrovia Tereza Cristina

Fonte: Comunicação / FTC